antes de ler esqueça as letras



quinta-feira, 15 de setembro de 2016

31.12





dentro dos pés/o /\ndante dobrava o vento que vem do mar/ cantava-se o eco de seu jeito/nas ruas do evidente estar/ o vento, verdejava seu sorriso, seus ares/sua alegria se edificava na glória do sol/sua terra era mãe do mar/dentro dos pés seu doce lar se escorria nas dobradiças das antigas janelas,reabertas e assumidas pela força dos gestos/em cada centímetro do dia o destino se desatava em sua vida/pesos e sombras, gostos e cheiros, lágrimas e sorrisos/tão evidente os caminhos que o frio e o sol irão passar/passe por nós

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

quinta-feira, 23 de junho de 2016

TERRENO DE LUTA [CANDURA]




fala-se por dentro 
os nossos hábitos

até que tudo
 pare
pelo deserto sem voz


 como uma mão ativa
 descendo viva

 no jeito
 piedoso  e comum 


fala-se por dentro
essa voz íntima e sem fim


terça-feira, 14 de junho de 2016

SOL [dom de resolver]




"...muitos dos ventos eram recebidos pelo sol - e sozinho o sol, varria as asas dos pássaros - que por sua vez, eram anjos no interior da pele do céu -
eu gritava no meio da rua pra ela.  -veja, o sol!

o tempero do suor do sol, refrescava a parede nua descascada do hábito de alguém - milagrosamente ninguém percebia - era poesia. E era determinante pra vida inteira "

quarta-feira, 11 de maio de 2016

RESERVAS E DESERTOS, POR DENTRO DO BEIJO DO VENTO



grande era o menino
que tossia pela sua glote.

valente

...cheirador de vento. acostumou-se, em Vida.  ritmo e fé...

distraia-se lá, em seu si. nos fundos daquele quintal,
sacudia sua tosse  por dentro do amor, e dos hábitos.
 ...latas, pedras, ferrugens  e clichês  gestos,  retocavam  seu jeito.
borboletas e andorinhas, sobrevoavam repetidas vezes o mesmo ar,
lá...

 grande era o menino
pálido e índio
caçador e só.


lá, era assim :

...e o costume estranho,
 de pensar que a vida era para sempre.









segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

PURO SANGUE








O

 cavalo 

usava

beltranos

fulanos


derrotava grama na boca,

cagava na praça,

rinchava falando de cansaço e /-\|\/|[ ]R

Ele
amava alguém.

 -Eu vi!

terça-feira, 25 de novembro de 2014